“Pânico na Band” contrata Filipe Pontes

ooooooooAutointitulado “o maior imitador do país”, Filipe Pontes é o primeiro reforço da temporada 2017 do “Pânico na Band”.

De acordo com o jornalista Daniel Castro, do site “Notícias da TV”, Filipe Pontes assinou contrato nesta quarta-feira (21) e já estreia na edição do próximo domingo do “Pânico na Band” _com imitações, obviamente. Embora não tenha Silvio Santos em seu portfólio, ele pode ocupar um espaço deixado por Wellington Muniz, o Ceará, que saiu do humorístico no final de 2014

Ex-“Zorra Total”, com passagens pelo “Domingão do Faustão” e “Altas Horas”, Pontes estava no “Legendários”, da Record, onde imitava Sabrina Sato.

Anúncios

Band reduz e altera horário do ‘Pânico’ para fugir do programa ‘Encrenca’

16358115_1563467053668746_1785713965_o

Após a troca de diretor, o programa humorístico da Band, “Pânico na Band” sofrerá um ajuste no seu horário, tudo isso para fugir do confronto direto com o programa “Encrenca” da RedeTV!.

A partir do próximo domingo (05), quando o programa voltará a ser exibido ao vivo, o horário da atração segundo o site da emissora será entre 22h e 0h45.

O programa ganhou uma nova logomarca do programa, com o título escrito em uma arte de grafite. A nova temporada estreia logo após o “Só Risos”

“Pânico na Band” deste domingo (05/10/14) – Poderoso, Mendigata, Pagode da Ofensa, Spa do Povão e Pânico Dramaturgia

Pânico-na-Band

A Band coloca no ar mais uma edição do Pânico na Band neste domingo, 05 de outubro de 2014, que deixa sua noite em clima de alegria.

Uma trupe formada por atores, comediantes, imitadores e apresentadores, satirizam a política, o esporte, o universo da música, o mundo das celebridades, as tradições e os mais diversos grupos sociais. Uma sucessão de esquetes de humor e reportagens debochadas que atraem principalmente os jovens, contestadores e transgressores por natureza.

Tem o Poderoso com mais uma de suas entrevistas e tudo pode sair do controle. Nas ruas, a Mendigata apronta todas. E tem muito mais com o Pagode da Ofensa, Spa do Povão e Pânico Dramaturgia.

RedeTV! enfrenta 20 processos deixados pelo “Pânico”

“Pânico na TV” fez muitas inimizades

O “Pânico” deixou a RedeTV! há mais de dois anos, no entanto, o canal de Amílcare Dallevo e Marcelo de Carvalho deixou de contar não somente com os bons índices de domingo e o alto faturamento do semanal — apesar de a trupe ter saído da emissora justamente em razão de atrasos nos pagamentos.

Os processos que os integrantes do “Pânico” deixaram continuam atormentando a vida da RedeTV!. As ações, cerca de 20, incluem diversos famosos, que querem ser indenizados por danos morais. Casos de Preta Gil, Zezé di Camargo e Luciano, Walcyr Carrasco, Silvio Santos e Luana Piovani.

Um dos processos é referente à brincadeira na qual Carioca (Márvio Lúcio) cuspiu no copo de um homem e pediu que ele bebesse a cerveja, sem que o mesmo soubesse do conteúdo extra. A RedeTV! terá que desembolsar R$20 mil.

Nem a emissora nem os profissionais do atual “Pânico na Band” quiseram se pronunciar a respeito, diz o jornal “Folha de S. Paulo”.

Nova Panicat causa ciúmes entre as outras integrantes do “Pânico”

Mari Gonzalez causa ciumeira nos bastidores do “Pânico na Band”

Há poucas semanas atrás, o “Pânico” anunciou sua nova integrante, a panicat Mari Gonzalez, de 20 anos. Segundo a colunista Fabíola Reipert, a baiana já chegou “causando”.

A morena que se mudou para São Paulo para virar panicat, já acha que está “reinando” no humorístico da Band. Tudo isso, porque vem ganhando bastante destaque no programa, chegando a comandar a atração no lugar de Emílio Surita. Por estes motivos, as outras integrantes do elenco já estariam ficando enciumadas com a moça.

A colunista ainda destaca que como “vingança”, as outras panicats estariam comentando que a modelo é “flácida” e tem celulite.

LEIA: Rogério Forcolen aluga horário na Band Rio

Vídeo Conectados: “Pânico na Band” narra clipe da nova campanha do SBT

Como se sabe,  o SBT lançou sua nova campanha neste mês para comemorar 33 anos no ar. Nas imagens, os artistas da emissora dançam ao som da música Happy (Pharrell Williams), que foi cantada por Jean Paulo Campos, aquele garotinho que fez o Cirilo na novela “Carrossel”.

O vídeo de quase quatro minutos mostra o elenco do SBT dançando em cenários variados, menos o dono do baú, que é substituído por seu mascote, um boneco do apresentador, que faz coreografias em alguns momentos.

O “Pânico”, por sua vez, não perdeu tempo. Neste último domingo, 24 de agosto, o programa lançou o mesmo vídeo, porém com uma nova trilha, criadas por eles. Em clima de bom humor, a atração mostra a narração do que acontece no clipe. Confira:

“Programa Pânico” pode ser obrigado a trocar de nome; entenda

Ex-diretor de Ratinho registra marca Pânico e revolta humoristas

O “Pânico na Band” poder perder o nome. O título do programa foi registrado no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) por Américo Luiz Matos Ribeiro, diretor do “Programa do Ratinho”, do SBT, até 2006. O órgão ainda não deferiu o pedido de registro. Se conseguir o registro definitivo da marca “Pânico na Band”, Ribeiro terá o direito de exigir que o programa mude de nome, possibilidade que causou indignação no humorístico.

Segundo a Band, o nome “Pânico na Band” não estava registrado no INPI porque envolve duas marcas distintas. “Pânico” é do empresário Antonio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, presidente das rádios Jovem Pan. “Band” é do Grupo Bandeirantes. Nem Tutinha nem a emissora poderiam registrar o nome do programa. A Band acredita que o INPI não vai dar a marca “Pânico na Band” ao diretor de TV.

Américo Ribeiro, que também dirigiu o “Teste de Fidelidade”, da Rede TV!, em 2013, e hoje trabalha em uma webTV, aproveitou a falta de registro e pagou R$ 142,00 pela marca “Pânico na Band”, em maio de 2014. Ele vai lançar um programa policial na TV por assinatura e pretende usar o nome “Pânico na Band”.

Tinha esse projeto desde antes de o Pânico estrear na TV. O programa ia se chamar ‘Pânico na Bandidagem’, mas achei melhor abreviar para Pânico na Band. Vi que o nome estava disponível e pedi para o INPI. Fiz o registro porque gostei do nome. Se a Band tiver que mudar o nome do programa, aí não é comigo”, afirmou Américo Ribeiro a um site.

Confira:

Band adquire os direitos de famosa série exibida pela Globo

Informação – UOL / Redação TVC